Balança Comercial 10/2019

5 Novembro 2019
/ Boletim de Balança Comercial e Rentabilidade das Exportações

O saldo comercial de setembro, superavitário em US$ 2,2 bilhões, representou uma queda de mais de 50% em comparação a setembro do ano passado

Em sete dos nove meses do ano o saldo foi inferior ao observado no mesmo mês de 2018. Com isso, o saldo acumulado no ano reduziu-se para 33,6 bilhões (-19,7%). O pior resultado em setembro deveu-se à combinação de queda das exportações (-2,5%) com aumento das importações (+16,8%). No acumulado do ano, ambos os fluxos registraram redução, embora maior nas exportações (-5,7%) do que nas importações (-1,3%).

O mau desempenho exportador em setembro atingiu quase todos os tipos de produtos (Tabela 1), e só não foi pior em virtude da exportação de uma plataforma de petróleo no valor de US$ 1,5 bilhão, que impulsionou as vendas de manufaturados (+14,9%) e de bens de capital (+120,6%).

Entre os produtos básicos, a queda de 5,6% deveu-se basicamente à redução das exportações de petróleo (-31,7%). No acumulado janeiro-setembro, a queda das exportações é generalizada entre as classes de produtos e grandes categorias econômicas.

boletimBalança comercial
©Copyright  |  FUNCEX  |  Todos os direitos reservados