Boletim 9/2020

18 Setembro 2020
/ Boletim de Comércio Exterior

Os preços continuam tendo efeito negativo nas exportações brasileiras. Em agosto, eles tiveram redução média de 11,3% em relação ao mesmo mês do ano passado, e no acumulado janeiro-agosto e queda é de 8,6%.

O quantum exportado, ao contrário, cresceu 6,4% no mês e acumula alta de 2,0% no ano. O desempenho positivo do quantum concentra-se nos produtos básicos e semimanufaturados, que tiveram altas expressivas tanto no mês quanto no acumulado do ano. Os manufaturados, porém, tiveram queda de 11,9% no mês e acumulam -17,1% no ano. Em termos dos setores de atividade CNAE, o crescimento do quantum, tanto no mês quanto no ano, concentra-se em um conjunto limitado, a saber: Agricultura e pecuária, Extração de petróleo, Produtos alimentícios, Produtos têxteis, Produtos de madeira, Celulose e papel e Derivados do petróleo.

O desempenho do quantum vem sendo bastante negativo em setores como Metalurgia, Produtos de metal, Equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos, Máquinas, aparelhos e materiais elétricos, Máquinas e equipamentos, Veículos automotores e Outros equipamentos de transporte. Quanto às importações, a maior parte da queda observada em agosto deveu-se ao quantum (-22,2%), embora os preços também tenham se reduzido (-8,2%). O mesmo cenário ocorre no acumulado do ano: queda de 5,4% do quantum e de 8,1% dos preços.

A queda do quantum é generalizada entre as categorias econômicas e setores de atividade, com destaque para os bens de consumo duráveis e os combustíveis. Os bens de capital também vêm tendo desempenho muito negativo nos últimos meses, e a variação positiva no acumulado do ano se deve a operações pontuais de importação ficta de plataformas de petróleo e também de um volume excepcionalmente elevado de compras de máquinas e equipamentos em fevereiro.

Os termos de troca tiveram aumento de 4,7% na passagem de julho para agosto, mas ainda estão 3,4% abaixo do patamar de um ano atrás. Os termos de troca vêm em trajetória de gradual recuperação nos últimos três meses, após forte recuo observado em maio. A razão de quantum vem crescendo rapidamente neste ano, pela combinação de crescimento do quantum exportado com redução do quantum importado. No acumulado do ano a alta é de 9,3%, mas o movimento vem ganhando força nos últimos meses. Em agosto houve crescimento de 36,7% em relação a agosto de 2019.

boletim
©Copyright  |  FUNCEX  |  Todos os direitos reservados