Custos corroem ganho de exportador

1 Dezembro 2021
/ Funcex na Mídia

Valor Econômico

Por Marta Watanabe

Alta da rentabilidade dos embarques deve cair pela metade, com gargalos logísticos e inflação

Após avançar 6,9% em 2020, a rentabilidade das exportações brasileiras deve desacelerar e crescer entre 2,6% e 3,1% ao fim deste ano, na comparação com o ano passado. Apesar de a moeda nacional ainda estar desvalorizada e os preços médios dos embarques se apresentarem em níveis relativamente altos, o aumento dos custos de produção deve tirar boa parte do ganho na exportação. De janeiro a setembro, a rentabilidade avançou 2,1% contra iguais meses de 2020, puxada por setores como extração de minerais e de petróleo, além de agricultura. No período o câmbio nominal desvalorizou-se em 5% enquanto o preço médio das exportações subiu 29,8%, e os custos de produção, 33,8%.

valorfuncex
©Copyright  |  FUNCEX  |  Todos os direitos reservados